Legado Olímpico: Anfitriões Cariocas levam ouro em Hospitalidade

Legado Olímpico: Anfitriões Cariocas levam ouro em Hospitalidade

Brasileiros que viajaram para os Jogos Olímpicos Rio 2016 optaram mais por aluguéis de temporada, como o Airbnb, do que por hotéis, de acordo com pesquisa do Ministério do Turismo

Em apenas três semanas (3-23 de agosto), os anfitriões cariocas do Airbnb abriram seus lares para mais de 85 mil hóspedes do Brasil e do mundo inteiro, faturando cerca de R$ 100 milhões. Do total, 72% dos hóspedes deram a seus anfitriões uma avaliação cinco estrelas até o momento, e nenhum incidente significativo de danos de propriedade foi registrado. No geral, o Airbnb impulsionou em cerca de R$ 325 milhões a atividade econômica da cidade. Com esse desempenho, nossa comunidade merece ouro em hospitalidade nos Jogos Olímpicos.

Como Fornecedor Oficial de Acomodação Alternativa dos Jogos Olímpicos Rio 2016, o Airbnb ajudou a garantir que todos que quisessem ir ao Rio, mesmo de última hora, tivessem um lugar para ficar, com opções de preço para todos os bolsos. No começo de agosto, 66 mil hóspedes já tinham garantido suas reservas, mas esse número aumentou 29% em duas semanas. E o preço médio per capita por noite ficou estável, em R$ 178.

De acordo com uma pesquisa do Ministério do Turismo do Brasil, brasileiros que viajaram para os Jogos se acomodaram mais em imóveis alugados do que em hotéis: 21,2% dos brasileiros optaram pelo aluguel de temporada, fatia maior do que a hospedagem tradicional (17,6%). Entre os estrangeiros, 25% também escolheram acomodação em lares, demonstrando que mais pessoas estão procurando essa nova forma de viajar.

E, ao contrário do que foi visto na Copa do Mundo de 2014, quando somente 6% dos hóspedes do Airbnb eram brasileiros, dessa vez metade deles era de viajantes domésticos. Os demais vieram principalmente dos Estados Unidos, da Argentina e do Reino Unido. No país, o número de anúncios duplicou em doze meses e já chega a 100 mil.

Destaques

  • Mais de 85 mil hóspedes
  • 72% de avaliações 5 estrelas
  • Nenhum registro de incidente significativo de danos à propriedade
  • Renda direta para os anfitriões: R$ 100 milhões
  • Movimentação econômica no Rio de Janeiro: R$ 325 milhões
  • Aproximadamente: 50% brasileiros e 50% estrangeiros
  • Média de 3 hóspedes por reserva e 6 noites de estada
  • Preço médio per capita: R$ 178 (R$ 534 p/ três pessoas)
  • Casa Airbnb, sede de hospitalidade aberta ao público: média de 350 pessoas por dia

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!