Os anfitriões da Airbnb no Porto e em Lisboa contribuíram com mais de 9 € milhões em impostos turísticos desde 2016

Os anfitriões da Airbnb das duas maiores cidades em Portugal, Porto e Lisboa, contribuíram com mais de 3,5 € milhões em impostos turísticos no primeiro semestre de 2018.

Os anfitriões da Airbnb do Porto e Lisboa permitem que viajantes do mundo inteiro explorem as suas cidades de forma autêntica, pagando a sua quota-parte justa de impostos. Isto reforça as cidades ao proporcionar-lhes uma importante fonte de rendimento para novos investimentos e promove um turismo responsável e sustentável.

“A Airbnb espalha benefícios para além dos hotéis, para famílias e comunidades locais. Também torna mais fácil para os anfitriões pagar os seus impostos e contribuir financeiramente para a sua cidade. As novas regras propostas constituem um passo na direção errada, visto que irão prejudicar as famílias locais e aumentar a burocracia para todos. Queremos que seja mais fácil – não mais difícil – cumprir a lei e continuaremos a trabalhar com decisores políticos sobre regras de bom senso”,

disse Arnaldo Muñoz, Gestor Regional dos Serviços de Marketing da Airbnb em Espanha e Portugal.

Recolher e remeter o imposto turístico cumpre os acordos entre a Airbnb e as Câmaras Municipais de Lisboa (2016) e do Porto (2018) para promover a partilha responsável de casas e simplificar a cobrança do imposto turístico para todos, em benefício das duas maiores cidades do país.

A plataforma da Airbnb trabalha proativamente com cidades e organizações de turismo para apoiar o turismo responsável. A Airbnb já fez acordos semelhantes com mais de 400 governos e autoridades locais em todo o mundo para recolher o imposto turístico (consulte a lista). No total, entregou mais de $700 milhões em nome dos anfitriões.